18
Out 08

 

Porque é que o Seleccionador de Portugal não convoca o Postiga?! Agora que ele se encontra em boa forma e é titular no seu clube?!

 

Escolher os melhores

 

O rescaldo do empate com a Albânia é feito de algum terrorismo nalgumas capas de jornais desportivos. Mesmo que nalguns casos estejamos habituados a coisas com mais bom gosto, até pelas responsabilidades desses jornais, a verdade é que todas as críticas são admissíveis depois de um desastre como o de ontem em Braga. E uma das críticas, justas, que me parece ser de fazer ao treinador é esta: o ponta-de-lança de nível de Selecção que tem sido titular no seu clube não entrou, sequer, na lista de jogadores convocados para estes dois confrontos. Refiro-me a Hélder Postiga, que tem estado em bom plano no Sporting, é titular no seu clube (ao contrário de Hugo Almeida no Werder Bremen e de Nuno Gomes no Benfica) e tem experiência.

Ora Carlos Queiroz disse na sua primeira conferência de Imprensa que a Selecção ia deixar de ser um grupo estanque e que nele iam entrar os que estivessem melhor em cada momento, Na altura, assinalei aqui que essa era uma afirmação perigosa porque nenhum equipa, de selecção ou de clube, pode deixar de ser um grupo mais ou menos fechado. Hoje retomo-a porque me parece que esse foi um dos pontos cardiais definidos pelo seleccionador e que começou bem cedo a não ser cumprido. Postiga tinha lugar entre estes 20 jogadores.

Mas, se quisermos alinhar pelo saudosismo de Scolari – doença de que não padeço – parece-me evidente que o antigo seleccionador teve exibições e resultados iguais e piores do que este, só que ninguém lhe faltou ao respeito. Mas sempre fomos, nisso, muito pequeninos, sempre tivemos muito respeitinho pelo que é estrangeiro. Há sempre uns odiozinhos de estimação a que não resistimos.

A exibição de ontem foi pior que o resultado e o seleccionador tem que ter isso em conta. O futuro para uma equipa que tem estes jogadores não é construir para um prazo indefinido – isso é para as selecções jovens. De resto, o próximo jogo, com a Suécia em Março, é decisivo para a equipa mas, parece-me, ainda mais decisivo para o seleccionador. Os jogadores têm que dizer se querem ajudá-lo. E o seleccionador terá que dizer se se quer ajudar a si próprio.

 

fonte : RTP

 

 

 

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

publicado por Maria às 18:45

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


subscrever feeds
pesquisar
 
blogs SAPO