25
Dez 08

 

Merry Christmas

 

publicado por Maria às 13:06

19
Dez 08

Antes de mais quero dizer que ponderei muito antes de mandar esta mensagem, mas devido à falta de participação e comentários dos visitantes deste blog mais me levou a tomar esta decisão.

Primeiro de tudo quero dizer que o blog não ficará desactualizado para sempre, porque foi um trabalho unicamente meu durante três anos que não consigo abandonar completamente. Mas o blog a partir de agora será actualizado apenas de vez em quando, talvez quando o Postiga marque um golo, quando seja convocado, quando der uma entrevista, etc... A minha vida não me permite actualizar permanentemente o blog, porque eu quando actualizo não me limito a por uma notícia de jornal e pronto, recolho todas as fotos que encontro para os nossos utilizadores, selecciono as partes mais importantes e tento ainda mostrar os videos mais relevantes. Como não há comentários aos posts, nem e-mails essa tarefa torna-se ainda menos aliciante. Depois a falta de reconhecimento também do blog é um facto que me faz triste. Mas a minha vida actual não me permite estar constantemente nessa procura... Pensei seriamente em arranjar ajudantes, talvez essa hipotese ainda esteja em aberto mas não há ninguem que se tenha mostrado sempre e sublinho sempre e constantemente interessada no blog, o que deixa essa hipotese remota. 

Termino dizendo de novo que o blog não acabará apenas não será actualizado com tanta frequencia, de resto desejo uma continuação de optima época ao Postiga que continue a fazer grandes jogos e a marcar muitos golos, e que seja muito feliz na sua vida pessoal.

 

Espero que leiam atentamente  

publicado por Maria às 12:07

17
Dez 08

Abel, Hélder Postiga e Grimi deslocaram-se ao Instituto Português de Oncologia de Lisboa, em Palhavã, para conviver com as crianças que ali estão em tratamento e para lhe deixar mensagens de esperança e de coragem.

Esta acção promovida pelo BES, em conjunto com o Sporting Solidário, destinou-se a levar um Natal mais luminoso às crianças que por motivos de saúde não se podem deslocar às habituais festas realizadas nesta altura do ano, nem tão pouco passar a quadra junto da família.

Foram momentos mágicos, de grande interacção que animaram a tarde das muitas maravilhosas crianças que se encontram em tratamento no IPO de Lisboa.

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

publicado por Maria às 12:30

01
Dez 08

 

 

 

Carrega para veres o video das declarações.

 

Hélder Postiga introduziu a bola na baliza de Nilson por duas vezes, mas só uma contou. O avançado lamentou um erro que não é novo. “Disseram-me que foi golo mas todos temos direito de errar. Os jogadores são criticados, por isso, se o árbitro falhou, também deve ser criticado. Já é o segundo golo da época que me tiram, mas não vamos por aí... Como diz o outro, errar é humano”, ressalvou, concedendo que é “ sempre importante marcar cedo para dar confiança à equipa.” “Vínhamos de um resultado pesado, que penalizou. Isso encaminhou-nos para uma boa vitória e exibição”, admitiu. “O Sporting esteve muito bem principalmente nos primeiros 45 minutos”, acrescentou.

A propósito do regresso de Vukcevic ao convívio do plantel, Postiga emendou: “Vukcevic sempre pertenceu ao grupo e só o valoriza. É excelente como jogador e como pessoa. Tem de demonstrar isso dentro de campo e ajudar o Sporting”, disse, concluindo, sobre a reafirmação do colega: “Tudo depende do Simon.

 

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

 

publicado por Maria às 19:20

 

O Sporting derrotou o Vitória de Guimarães, por 2-0, e voltou a vencer em casa para a Liga portuguesa de futebol, à 10ª jornada, depois de ter perdido os dois últimos encontros disputados em Alvalade.

Depois da eliminação da Taça perante o FC Porto, da derrota com o Leixões (1-0) e da goleada sofrida na quarta-feira frente ao FC Barcelona (5-2), os "leões" bateram os vimaranenses com golos marcados no início, por Hélder Postiga (08) e Liedson (21).

Com o sgeundo triunfo consecutivo no campeonato - após o sucesso no terreno da Naval com um golo de Liedson (1-0) -, o Sporting subiu ao terceiro posto, enquanto o Vitória de Guimarães continua no 10º lugar e somou o sexto encontro consecutivo sem vencer.

Apesar de não ter feito uma grande exibição, o Sporting fez o suficiente para vencer um Vitória de Guimarães sem imaginação e muito longe da qualidade demonstrada na última temporada, que terminou na terceira posição.

 

O Sporting entrou bem no encontro e adiantou-se no marcador logo aos oito minutos, por Hélder Postiga, que recebeu um excelente passe de João Moutinho e, de primeira, bateu Nilson.

O Vitória de Guimarães, que actuava sem ponta-de-lança, sentia grandes dificuldades para criar lances de ataque, mas até poderia ter chegado ao empate aos 13 minutos, quando Marquinho passou por Grimi e cruzou para a área, onde Nuno Assis falhou por pouco o pontapé de bicicleta.

O Sporting dominava tranquilamente o encontro, mesmo sem criar grande perigo, e acabaria por chegar ao segundo golo, num lance de contra-ataque, em que Romagnoli surgiu solto na esquerda e colocou a bola em Liedson, que beneficiou do corte falhado de Mohma para marcar o terceiro golo no campeonato e igualar Postiga.

No seu melhor período na primeira parte, os vimaranenses poderiam ter reduzido aos 36 minutos, mas, depois de ter passado por Polga, Marquinho, isolado, atirou ao lado.

Na primeira parte, destaque ainda para dois lances polémicos, o primeiro logo aos dois minutos, com Izmailov a cair na área depois de sofrer um toque de Mohma, e o segundo aos 31, numa jogada em que Rui Patrício parece segurar Gregory, mas, em ambos os casos, o lisboeta Duarte Gomes nada assinalou.

Aos 71 minutos, mais um lance polémico em Alvalade, com Hélder Postiga a rematar para defesa de Nilson, que, contudo, deixa a bola fugir para dentro da baliza. O árbitro auxiliar pareceu preparar-se para assinalar o golo e dirigir-se para o meio-campo, mas acabou marcar apenas canto.

Depois de não concedido pela equipa de arbitragem, o terceiro golo esteve muito perto de surgir já em período de compensação, num tiro cruzado de Izmailov, mas a bola saiu a poucos centímetros do poste esquerdo da baliza de Nilson.

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

 

publicado por Maria às 19:00

27
Out 08

Sporting's Helder Postiga reacts to a missed opportunity ...

 

O Sporting somou o terceiro encontro consecutivo sem vencer no campeonato (após as derrotas frente a Benfica e FC Porto) mas nem isso parece abalar a confiança de Hélder Postiga. Na redenção e, claro, na conquista do grande objectivo da temporada – o título. Escalpelizando o nulo na Mata Real, o avançado revelou-se pragmático e assumiu que faltou apenas... marcar.

“Não fizemos o golo. Tivemos algumas oportunidades para o conseguir, trabalhámos mas não alcançámos a vitória. O que está mal? A questão nem é essa... A única coisa que correu mal foi não termos marcado. Vamos trabalhar, ver os erros que eventualmente podemos ter cometido e tentar corrigi-los. Esperamos ganhar em breve”, analisa.

Colectivo

Sobre a situação de Vuk, o internacional adoptou postura altruísta e destacou que “o importante é sempre os interesses do colectivo e não as questões individuais”.

“Não é nenhum caso. Está integrado e trato-o como qualquer outro jogador do plantel. Não sou treinador para dizer se está mais ou menos aplicado”, salientou o n.º 23 leonino, acrescentando: “Só tenho de me preocupar com o meu desempenho e sair de todos os treinos com a consciência de que dei o meu máximo. Depois, o treinador é que escolhe quem joga. Não há nenhum caso e até me dou bastante bem com ele.”

Por fim, Postiga lamentou o facto de o Sporting ter desperdiçado o deslize portista:
“Que continuem assim, mas estamos tristes por não termos aproveitado.”

 

 

Sporting's Helder Postiga (R) is challenged by Pacos Ferreira ...

 

Sporting's Helder Postiga (R) is challenged by Pacos Ferreira ...

 

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

 

 

 

publicado por Maria às 20:26

18
Out 08

 

Porque é que o Seleccionador de Portugal não convoca o Postiga?! Agora que ele se encontra em boa forma e é titular no seu clube?!

 

Escolher os melhores

 

O rescaldo do empate com a Albânia é feito de algum terrorismo nalgumas capas de jornais desportivos. Mesmo que nalguns casos estejamos habituados a coisas com mais bom gosto, até pelas responsabilidades desses jornais, a verdade é que todas as críticas são admissíveis depois de um desastre como o de ontem em Braga. E uma das críticas, justas, que me parece ser de fazer ao treinador é esta: o ponta-de-lança de nível de Selecção que tem sido titular no seu clube não entrou, sequer, na lista de jogadores convocados para estes dois confrontos. Refiro-me a Hélder Postiga, que tem estado em bom plano no Sporting, é titular no seu clube (ao contrário de Hugo Almeida no Werder Bremen e de Nuno Gomes no Benfica) e tem experiência.

Ora Carlos Queiroz disse na sua primeira conferência de Imprensa que a Selecção ia deixar de ser um grupo estanque e que nele iam entrar os que estivessem melhor em cada momento, Na altura, assinalei aqui que essa era uma afirmação perigosa porque nenhum equipa, de selecção ou de clube, pode deixar de ser um grupo mais ou menos fechado. Hoje retomo-a porque me parece que esse foi um dos pontos cardiais definidos pelo seleccionador e que começou bem cedo a não ser cumprido. Postiga tinha lugar entre estes 20 jogadores.

Mas, se quisermos alinhar pelo saudosismo de Scolari – doença de que não padeço – parece-me evidente que o antigo seleccionador teve exibições e resultados iguais e piores do que este, só que ninguém lhe faltou ao respeito. Mas sempre fomos, nisso, muito pequeninos, sempre tivemos muito respeitinho pelo que é estrangeiro. Há sempre uns odiozinhos de estimação a que não resistimos.

A exibição de ontem foi pior que o resultado e o seleccionador tem que ter isso em conta. O futuro para uma equipa que tem estes jogadores não é construir para um prazo indefinido – isso é para as selecções jovens. De resto, o próximo jogo, com a Suécia em Março, é decisivo para a equipa mas, parece-me, ainda mais decisivo para o seleccionador. Os jogadores têm que dizer se querem ajudá-lo. E o seleccionador terá que dizer se se quer ajudar a si próprio.

 

fonte : RTP

 

 

 

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

publicado por Maria às 18:45

03
Out 08

Sporting's Helder Postiga celebrates after scoring the opening ...

 

Hélder Postiga não se mostrou intimidado com as declarações de Lucho González após a copiosa derrota sofrida pelo FC Porto ante o Arsenal em Londres. “O Sporting vai pagar a factura”, disse o argentino do FC Porto, o dianteiro leonino respondeu ontem após a vitória leonina sobre o Basileia.
“Pagar a factura? Vamos devolver com o IVA”, gracejou o avançado leonino, mostrando confiança em manter manter o Sporting no topo da classificação no final do clássico de domingo.

Apesar disso, Hélder Postiga não antevê facilidades. Antes pelo contrário. “Trata-se de mais um jogo que nos pode manter na liderança. O FC Porto vem com o orgulho ferido e vai querer demonstrar que é uma grande equipa”, observa.

Quanto ao jogo da Liga Dos Campeões, o ponta-de-lança disse ter sido “uma vitória importante depois de um resultado negativo”.

Também Miguel Veloso subscreveu as declarações de Hélder Postiga quando confrontado com as palavras de El Comandante, devolvendo-lhe o repto numa alusão à derrota do Sporting na Luz. “Nós também queremos que seja o FC Porto a pagar a factura.”

 

 

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

 

publicado por Maria às 14:00

01
Out 08

ScannedImage-7.jpg image by clubepostiga

 

 ScannedImage-6.jpg image by clubepostiga

 

ScannedImage-5.jpg image by clubepostiga

 

ScannedImage-4.jpg image by clubepostiga

 

ScannedImage-3.jpg image by clubepostiga

 

ScannedImage-2.jpg image by clubepostiga

 

ScannedImage.jpg image by clubepostiga

 

Clica nas imagens para ampliar 

publicado por Maria às 19:43

14
Set 08

 

 

RECORD – Yannick mereceu a chamada à Selecção?
HÉLDER POSTIGA – Mereceu. Pelo que fez na Supertaça e pelo nível que tem exibido. Dei-lhe os parabéns.

R – Desiludiu-o o facto de não ter sido convocado nestes primeiros jogos?
HP – Não. O meu objectivo é estar bem no clube. Quero ajudar a equipa, conquistar o meu espaço e crescer como jogador. Para o seleccionador, os jogadores que ele convocou são os melhores de Portugal e os que lhe dão mais garantias. Cabe-me trabalhar para modificar essa opinião. Não vou ficar revoltado, porque respeito as decisões.

R – A Selecção está num segundo plano?
HP – Neste momento está. Tenho a minha cabeça apenas no Sporting.


R – Mas pensa estar presente no Mundial?
HP – Seria hipócrita se dissesse que não gostava de jogar a Champions para o ano ou não estar numa grande competição.

R – Também sem hipocrisias, sente que tem lugar nesta Selecção?
HP – Neste momento?

R – Sim.
HP – Neste momento acho que preciso de estar melhor a todos os níveis. Preciso de estar bem para ter o meu espaço no Sporting.

R – Que opinião tem de Carlos Queiroz?
HP – Fez bom trabalho nos Sub-20 e com a chamada “Geração de Ouro”. As referências dele são as melhores.

R – E Scolari? Deixa saudades, a si e ao futebol português?
HP – A mim deixa, porque me ajudou imenso. Estaria a mentir se dissesse o contrário. Conseguiu coisas fantásticas para Portugal. Ajudou-nos imenso a crescer no futebol.


«Estava ‘morto’ no FC Porto»

R – O que pensa ter falhado nas suas passagens pelo estrangeiro?
HP – Não considero que tenha falhado no Saint-Etienne e no Panathinaikos. Foram campanhas de recurso. Estava ‘morto’ aqui, no FC Porto. Estive um ano no Saint-Etienne. Depois, cheguei como jogador-chave, com Adriaanse, mas passado uns meses estava na equipa B. No Panathinaikos, a mesma coisa. Mas queriam que eu continuasse e as coisas correram bem. Só no Tottenham, quando tinha 20 anos, é que posso ter falhado, mas lembro que o treinador, Glenn Hoddle, saiu à 6.ª jornada, e foi ele que deu o aval para a minha contratação. David Platt, que o substituiu, era contra as aquisições que ele tinha promovido. Todos os jogadores que estavam nessas circunstâncias, como Kanouté, Dalmat, etc, tinham tratamento diferente.

R – Sente vontade de regressar um dia ao estrangeiro?
HP – No futebol não se sabe o que vai ser o dia de amanhã. Acredito que um dia ainda possa lá voltar. Não é um objectivo. Se estiver feliz num clube, não vou mudar. Se continuar feliz como estou no Sporting neste momento, quero é ficar aqui por muitos anos e ganhar títulos.

«Se há coisa que não gosto de comentar é a arbitragem»

R – O Sporting tem sido crítico com a arbitragem. Tem razões de queixa?
HP – Se há coisa que não gosto de comentar é a arbitragem. Todos erramos. Mas não é fácil estar dentro de campo e acontecer um caso como aquele do Polga, no jogo com o Trofense. Como jogador, fico revoltado. Depois, mais a frio, tem de se pensar que o árbitro não fez por mal. É isso que quero pensar. Temos de ser mais frios na análise aos árbitros.

R – Sente que existe hostilidade com o Sporting? Há diferenças, por exemplo, em relação ao FC Porto?
HP – Não. Acho que nenhum árbitro tem esse tratamento diferenciado. Podem é simpatizar mais com um jogador ou com outro.

«Há quem não me possa ver nem pintado de ouro»

R – Um jogador vive do carinho dos adeptos?
HP – Quando se vai ao teatro e não se aplaude o actor, ele fica a pensar que não vale nada. Passa-se o mesmo com um jogador, se vai ao estádio e não recebe aplausos, se não sente o incentivo e o carinho das pessoas. Quem disser o contrário está a mentir.

R – E como é o público do “teatro” de Alvalade?
HP – Até agora não tenho motivos de queixa. A acústica do estádio também é boa [risos]...

R – Como pensa que vai ser recebido pelos adeptos do FC Porto quando jogar no Dragão?
HP – Não faço a mínima ideia. Sei que há muitas pessoas do FC Porto que gostam de mim, disso não duvido. Mas também sei que há outras que me detestam. Há gente que não me pode ver nem pintado de ouro. São os que me chamam arrogante e vaidoso.

«Quando posso ainda vou à pesca»

R – O seu irmão José já fez férias na Academia. O Sporting é o clube ideal para ele?
HP – Penso que sim. A Academia tem excelentes condições para os miúdos. Já lhe dei conselhos e disse-lhe que esta vida não é fácil. Eu tive a sorte de me tornar profissional de futebol, mas vivi para ele entre os 12 e os 18 anos. Não saía ao sábado à noite, fui perdendo os meus amigos de Vila do Conde, perdi muitas vezes a presença dos meus pais para oferecer tudo ao futebol.

R – Teve de deixar de estudar?
HP – Aos 15 anos. Não conseguia conciliar os estudos com o futebol. Nesse ano reprovei por faltas, porque estive num Campeonato da Europa de Sub-16 na República Checa. Estava no 10.º ano. Ajudava o meu pai durante o dia e à noite ia treinar.

R – O que recorda dos tempos em que ajudava o seu pai na faina?
HP – Ajudava-o lá nas redes do armazém e depois ia treinar. Tenho saudades desses tempos, porque adoro o mar, a pesca e vivia tudo isso com muita intensidade.

R – A pesca é ainda um passatempo?
HP – Adoro pesca de mar e quando posso aproveito. Se não fosse futebolista, o mais certo era ser pescador. Numa família e numa cidade de pescadores, não há muitas outras opções.

R – Conta-se que um dia apanhou com o seu pai mil cabazes de sardinha. É verdade?
HP – Lembro-me que tinha uns 7 anos. Fui para o mar com o meu pai e passámos um daqueles dias memoráveis. Enchemos o barco de sardinhas.

«Admiro Michael Jordan»

Tatuagens. “Tenho. De pessoas de quem gosto muito.”
Fé. “Benzo-me antes dos jogos. Sou cristão.”
Número 23. “Para mim, é mágico. Era o mesmo de Michael Jordan [ex-basquetebolista, da NBA]. Admiro-o. Ele é, se não o melhor, um dos melhores desportistas de sempre.”
Ídolo. “Van Basten. Nele, admirava tudo. A elegância… Não mudava nem as unhas.”
Referência. “Ibrahimovic roça a perfeição, é fantástico. Considero-o muito parecido com Van Basten.”
“O Carteiro”. “No Tottenham tinha essa alcunha [Postman] porque na pré-época fui o melhor marcador e fiz várias assistências.”
Apito Final. “Não percebo nada disso.”
Penálti “à Panenka”. “Se repetia? É melhor não dizer nada porque podem ficar atentos.”
Cidade. Vila do Conde
País. Portugal
Destino de férias. Grécia
Comida. Tripas, bacalhau, rojões, cozido... “Sou bom garfo e no Norte come-se muito bem. É o único senão de Lisboa.”
Bebida. Água mineral sem gás
Outros desportos. Ténis
Carro. Mercedes SL
Jornais. “Se os tiver na Academia, leio. As notas negativas? Já liguei mais. Há muitos interesses por detrás disso.”
Filmes. Cinderella Man e Em Busca da Felicidade
Música. Mariza, U2

Babel Fish Translate 

If you speak English click in the flag

 

publicado por Maria às 15:26

Home

Postiga The Best online desde 10 de Abril de 2005

online

Hélder Postiga

Nome: Hélder Manuel Marques Postiga
Data de Nascimento: 02/08/1982
Estado Civil: Casado
Nacionalidade: Portuguesa
Ídolo (Bola): Marco van Basten
Equipa Actual: Sporting CP
Clubes Anteriores: Rio Ave, Varzim, Tottenham, Saint Etienne, FC Porto e Panathinaikos
Posição: Ponta-de-Lança
Camisola nº: 23
Internacionalizações AA: 35

PostigaMini.jpg picture by clubepostiga

 

Jogos Realizados10
Jogos Completos5
Tempo Total Jogado740
Tempo Médio Jogado74
Jogos a Titular9
Cartões Amarelos3
Duplos Amarelos0
Cartões Vermelhos0
Golos Marcados3

 

badge
Parceira

Translator

 Do you speak English?!

subscrever feeds
Contacto

Este blog foi criado por uma pessoa sem qualquer relação com o Hélder Postiga, simplesmente uma fã que tem como objectivo manter todos os fãs informados sobre o jogador. Se quiserem contactar o blog, para esclarecer qualquer dúvida sobre o jogador, mandar algum material que achem importante ter no blog, etc. o e-mail é: clubepostiga @ hotmail.com

Postiga The Best representado no hi5 Visita: http://helderpostiga23.hi5.com

Comenta
Vota!

PageRank Sports blogs Estou no Blog.com.pt

Contador
Linka o Postiga The Best


pesquisar
 
blogs SAPO